Maria Padilha das Amas

MARIA PADILHA DAS ALMAS

Nome que significa Rainha do Fogo, Maria Padilha já teve várias encarnações na Terra, e a última delas foi em Ilhéus na Bahia. Nesta sua última encarnação, ela era uma espanhola que veio para o Brasil morar em Ilhéus na Bahia e foi morta na porta de um cabaré.

Todos os homens que ela teve, em cada uma das encarnações, num total de sete, estão com ela na espiritualidade.
Entre mitos mais variantes que revelam alguma qualidade a característica especial desta mulher, o que servirá nos terreiros como apoio é o segundo nome que acompanhará o primeiro.

Recebe outros apoios que alguns podem pensar que se trata de outra Pombagira, mas na realidade é ela: “Rainha dos Infernos”, “Rainha do Candomblé”, “Rainha das Marias”, “Rainha das Facas”, “Mulher de Lucifer”, “Rainha da Malandragem”, “Rainha dos Ciganos”, etc. Em cada lugar lhe dão diferentes sobrenomes, que na realidade busca elogiar a entidade e transmitir uma maior intimidade.
Pomba Gira Maria Padilha é conhecida por sua eficiência e rapidez, e está entre as mais populares das Pombagiras.

Às vezes ela é chamada de “rainha sem coroa”, e isso certamente se refere à Maria histórica, que era a rainha do coração de D. Pedro, mas negou que as suas propostas repetidas para o casamento,preferindo a sua independência durante sua estada na corte. Este também descreve um certo tipo de mulher, aquele que exige respeito, e cujo comportamento é real, mesmo se ela é pobre ou da classe trabalhadora.

Maria também é um exemplo perfeito de como “espíritos novos” nascem: lendas cresceram em torno da mulher real, que tinha uma reputação de feiticeira, e dentro de cem anos, as bruxas em Espanha e Portugal estavam usando seu nome e chamando seu espírito para ajudar los em suas magias.
Tem predileção – igual ao seu principal marido, Rei das 7 Liras (Lúcifer) – pelas navalhas e armas brancas em geral, especialmente aquelas que são afiadas e pequenas, onde se deve ter muita agilidade para não ser cortado.

Como toda pomba gira, possui numerosos amantes ou parceiros, com os quais pode “ajuntar-se” ou “trabalhar”, sendo essa parceira que protegerá a determinada pessoa.
Cabe esclarecer que nem sempre se formam os mesmos parceiros, pois os mesmos dependeram da morada onde trabalhe a Pomba Gira e o que indique o ponto riscado ou firma espiritual.

Apresenta-se sob a aparência de uma formosa mulher, de longos cabelos negros, pele morena (as vezes mais clara e as vezes mais escura), sua idade e físico variam também de acordo com o tipo de caminho ou passagem desta Pomba Gira, pois existem passagens jovens e velhas, sendo igualmente atrativas em qualquer de suas passagens, isto ocorre com todos os Exus de quimbanda, não importando a idade que apresentem, pois tem o dom da sedução.
Ela gosta de luxo, dos homens, de dinheiro, das jóias, da boa vida, dos jogos de azar, de baile e da música. É uma grande bailarina, cujos movimentos podem incluir passos das ciganas em alguns momentos, mexendo sensualmente seus braços, como quem desfruta plenamente de seduzir com o corpo em movimento.

Seu porte é altivo, orgulhoso, majestoso, possui características das mulheres que não tem medo de nada.

É muito requisitada para atrair amantes, abrir os caminhos, amarrar parceiras, mas principalmente é muito temida por sua frieza e seu implacável poder na questão de demandas.

DAS ALMAS

As Pombas Giras das Almas, não são como muitos podem acreditar uma falange única, na realidade das ALMAS é uma qualidade de atuação que esta contida em todas as falanges.
Refiro-me a todas as falanges e não apenas a falange de POMBAS GIRA, EXUS, mas também de demais entidades que tem atuação espiritual.
Claro que tem falanges que embora tendo entidades vinculadas trabalhando junto as ALMAS, não recebem denominação “das almas”, até por que muitas delas existem o óbvio, como os pretos velhos.

As Pombas Giras das Almas dedicam-se a amparar, esclarecer e encaminhar esses espíritos em seu caminho de continuidade e evolução. Esse não costuma ser um trabalho de resultados rápido e tranqüilo, pois muitos estão em áreas conturbadas bem como também os pensamentos e associações com outros espíritos.
Mas temos que observar que cada falange de POMBA GIRA tem uma função específica, uma vertente de atuação e de ligação, por exemplo MARIA PADILHA, sua falange como um todo esta ligada a IANSÃ, no entanto a MARIA PADILHA DAS ALMAS, mesmo tendo o seu vínculo ela desempenha a sua atuação na linha das almas mantendo sua energia, seus objetivos, seus vínculos mas subordinada a POMBA GIRA DA ALMAS, liderando quanto ao objetivo final.
O trabalho das entidades das ALMAS é a ajuda aos espíritos que se encontram perdidos quanto ao seu estado, ou seja, espíritos que não têm consciência ou não querem ter quanto ao seu desencarne.
Nesse grupo estão entidades obsessoras, entidades que ainda nutrem as necessidades de quando encarnados, não aceitando suas condições no mundo espiritual.
Embora encontrem-se nesse estágio, esses espíritos nem sempre têm a intenção de prejudicarem seus entes queridos ou quem quer que seja, através de obsessões.
Eles simplesmente não sabem ou não querem aceitar que desencarnaram. Desse modo tentam ficar próximos de seus lares, locais de trabalho, amigos, parentes e até freqüentam os mesmos ambientes sociais de quando encarnados. Não querem fazer mal a ninguém, querem simplesmente estar presente, claro que muitos usam desse artifício para criar problemas e outros tantos mais iludidos servem como soldados para espíritos de má fé, para a execução de tarefas nocivas aos encarnados e a própria evolução afastando-se das energias benéficas.
Às Guardiãs das Almas, cabe a função de fazer com que o espírito tenha a percepção de sua condição, resumindo: esclarecendo.
As Pombas Giras das Almas são espíritos de grande benevolência, sabedoria e dedicação ao trabalho que realizam, com total amor aos seus próximos: irmãos desencarnados que necessitam de amor e esclarecimentos sobre sua condição, sem maior trauma e sofrimento.
A roupagem fluídica das Pombas Giras das Almas é sempre o mais próxima possível, da crença do espírito que esteja sendo ajudando, podendo assumir várias formas, de maneira que não agridam, não afastem e adquiram confiança, inclusive para os outros espíritos próximos e familiares que já estejam tentando ajudar esse desencarnado.

Normalmente mostram-se à vidência com roupas brancas, pretas ou pretas e brancas.
Diferentemente das companheiras de falanges, são discretas, dificilmente expressam-se de modo sensual, sedutor ou agressivo. Ao contrário, na maioria das vezes, quando o médium não atrapalha a manifestação da entidade, com seus conceitos errados de como uma Pomba Gira deve ser, a manifestação das Senhoras das Almas, é a da Mãe que guia os filhos com a autoridade e o amor necessários.
Possui rara beleza, calma, percebe-se uma sensualidade discreta e ativa, transmite segurança aqueles que por ela procura; é forte e determinada quando assume um trabalho, não deixando nada para depois; personalidade marcante, severa e disciplinadora, ao mesmo tempo em que é terna e doce. Estilo mãezona.
Sobressai muito seu lado passional, emocional, sentindo muito quando vê alguém aos frangalhos por causa de um relacionamento com desfeche ruim, auxiliando a pessoa de maneira inconfundível e decisiva neste aspecto.
Auxilia também de maneira marcante as mulheres que recorrem a ela com problemas de fertilidade ou de ordem sexual.
Da grande valor ao conceito família.
Quando executamos trabalhos direcionado a pomba giras das ALMAS, buscamos vincula-lar com o objetivo de determinados orixás, por exemplo quando desejamos ajudar uma pessoa perdida pelo vício de determinada droga, solicitamos o axé das ALMAS vinculada a IEMANJÁ, já que é a dona de todas as cabeças.
Esta entidade recebe seus trabalhos, despachos ou oferendas tanto no Cruzeiro do cemitério, quanto nas encruzilhadas, isto dependera exclusivamente da vibração de origem que ela pertença como colocado anteriormente.
É comum executarmos seus axés no peji, curiar, velar o tempo necessário e quando não mais existir energia desfazer do material de maneira organizada ou despachar nos locais indicados.
Como as demais colegas vinculadas a sua falange as giras das ALMAS fazem par, por equilíbrio e não por “safadeza” como os contrários da religião gosta, de apregoar, com exus de linhagem equivalente.

A líder POMBA GIRA DAS ALMAS, apresenta-se esta entidade, sob a forma de uma linda mulher de estatura mediano-alta, magra, de cabelos e olhos negros, sendo seus cabelos compridos e muito lisos, enrolando apenas em suas extremidades.
Pomba Gira das Almas, ela é esposa de Lúcifer conhecido como, guardião das almas.

LENDA

AS 3 GIRAS DAS ALMAS

Conta a história que no século XIII existiu em uma aldeia da Irlanda 3 irmãs donas de poderes ocultos… a qual ajudavam muitas pessoas em trocas de presentes e dinheiro. Elas eram consideradas bruxas mercenárias que se aproveitavam dos seus poderes para ter uma vida de luxo e de fama. Muitos eram os Reis e Rainhas que ao saberem dos poderes das três irmãs recorriam a elas…
Um dia a Igreja Católica soube da fama das três irmãs bruxas e também dos seus vastos bens adquiridos com suas magias… resolveram condenar as três moças a fogueira e com isto mostrar que o verdadeiro poder só vinha de Deus.
As três bruxas foram queimadas em uma sexta-feira de lua nova… onde o céu se mostrava em profunda escuridão, seus corpos carbonizados foram colocados em 3 urnas, onde foi passado correntes e cadeados e jogados em um calabouço, para mostrar ao povo que na verdade elas pertenciam ao inferno.
No mundo astral quando as três irmãs lá chegaram… foram recebidas por uma entidade muito poderosa chamada de Rainha das Almas. Esta senhora bruxa ao receber as meninas se identificou como mãe delas que havia as abandonado para fugir com um cavaleiro errante quando as meninas ainda eram muito crianças. As moças ainda se encontravam muito fracas e em estado lastimável devido as queimaduras a qual foi o real motivo do seus desencarnes, passando algum tempo as moças foram recuperando seus perispíritos e novamente se transformaram em lindas moças.

O astral as batizou como as Três Giras das Almas e elas a partir daí começaram a trabalhar nos caminhos das almas trazendo, amor, dinheiro e felicidade para todos que iam até os portões de cemitérios pedir suas graças.
Estas três entidades trabalham juntas e não costumam incorporar quando estão na terra a trabalho. Elas recebem suas oferendas e pedidos no portão dos cemitérios nas sextas-feiras de lua nova e sua mãe a Pomba-gira das Almas também deve ser saudada, pois é a ela que se deve pedir a permissão para as moças trabalharem… Estas giras são muito eficientes em tudo o que a elas é pedido, tanto para atrair ou afastar amores, abertura de caminhos, trabalhos e feitiços. Tomam champanhe doce e suas velas e rosas oferecidas são brancas. Costumam ser muito rápidas na concretização dos seus trabalhos e quando estes realizados… são boas cobradoras e não admitem calotes, por isto ao fazer um pedido a estas três moças… lembre-se que o que for dado deve ser pago na mesma rapidez.

Av. Dona Sofhia Rasgulaeff 177.
Jardim Alvorada/ Maringá /Paraná
Telefone: (44) 3034-5827 (44) 99956-8463
Consultas Somente com Hora Marcada.
Atendimento: de Segunda a sexta-feira
Das 09:00 as 19:00 horas.
Não damos consultas:
via whatsapp ou via E-mail.

Esta entrada foi publicada em Exus e Pomba giras. Adicione o link permanente aos seus favoritos.